Que tipo de linha?

Queremos tecer a maior linha vermelha do mundo para alertar as pessoas sobre as consequências negativas da exploração do petróleo e gás! Junta-te a nós!

Apesar de qualquer pessoa poder juntar-se a esta campanha –  não têm de saber tricotar-, é importante seguir algumas linhas orientadoras para criar uma linha forte, sustentável, visível e que possa ter impacto.

Estamos a criar três tipos de linha, todas vermelhas, vê na tabela abaixo:

1. Linha em quadrados

Esta é a linha mais visível composta por pequenos quadrados em linha trabalhada de 15×15. É necessário saber tricotar, fazer crochet, ou utilizar outra técnica. O estilo é livre.

É uma linha que é efetivamente trabalhada e que é visível à distância.

Trabalhar linha é fácil de aprender e podes aproveitar esta atividade para aprender a tricotar, fazer crochet, tecer ou fazer macramé!

 

2. Linha em corrente

É uma linha simples, fina e muito fácil de fazer. Não é tão visível, mas se não souberes tricotar e não quiseres ou não puderes aprender, é fácil de fazer.

(Imagem com agulha de crochet, mas é possível fazer apenas com os dedos).

3. Linha em estilo livre

Tens trapos vermelhos em casa? Roupa velha? Junta tudo e forma uma linha! É a mais fácil de fazer e é a que apela menos ao consumo e mais à reutilização de materiais.

Técnicas para trabalhar linha

Deixamos aquilo alguns vídeos para aprenderem algumas técnicas para trabalhar a linha.

Tricotar com duas agulhas:

Tricotar com os dedos:


Com os braços:

Crochet:

Ler mais instruções aqui.


Obter fio a partir de outros tecidos:


Que tipo de material podemos utilizar?

Qualquer tipo de material pode ser utilizado, no entanto encorajamos as pessoas a utilizarem fibra de origem natural, que não utilize petróleo (a mais fácil de obter é a lã ou algodão natural). Podes também reciclar linha ou materiais que já tenhas em casa.

É crucial que todas as linhas sejam vermelhas!